Viscossuplementação do joelho

A viscossuplementação é o procedimento que consiste na injeção de ácido hialurônico dentro de uma articulação . É , portanto , um tipo de infiltração . Fazemos isso para melhorar a dor e melhorar a mobilidade do joelho , melhorando a qualidade de vida do paciente . Abaixo explicaremos melhor como isso funciona.

Normalmente esse procedimento é usado quando um paciente tem artrose ( desgaste da cartilagem ) , quando o paciente tem dor e limitação para atividades do dia-a-dia ou dificuldades para realizar algum esporte . A cartilagem é um tecido liso e fino que recobre os ossos na articulação , permitindo um movimento suave e indolor . Com o passar dos anos , com episódios traumáticos que podem danificar o joelho, com exercícios de sobrecarga ao longo do tempo , com o excesso de peso ou obesidade , a cartilagem pode sofrer desgastes de diferentes tipos . Assim , ela pode ficar mais fina como um pneu careca que se desgastou com o uso prolongado. Em alguns casos , a cartilagem pode sofrer fissuras como pequenas ” rugas ” ou também pode ocorrre uma perda localizada , como uma “cárie dentária ” . Em situações de artrose avançada, praticamente toda a cartilagem terá sido destruída e ocorrerá o contato direto entre o osso do fêmur e da tíbia. A figura abaixo ilustra estas possibilidades :

Para o bom funcionamento da articulação , também destacamos a existência de um líquido natural que age como um lubrificante , este é o líquido sinovial, composto por diversas substâncias , entre elas o ácido hialurônico. O ácido hialurônico é viscoso e ajuda no equilíbrio articular . A figura abaixo é bem ilustrativa.

Na artrose , além do desgaste da cartilagem , existe uma alteração do líquido sinovial , o ácido hialurônico fica como uma qualidade ruim ( imagine um óleo velho ) e aparecem substâncias inflamatórias nocivas que causam dor e que aumentam o desgaste articular . Desta forma , quando fazemos uma reposição de ácido hialurônico ” novo ” , além do fator mecânico de lubrificação , também estamos fazendo uma proteção bioquímica da articulação . Este mecanismo explica porque muitas vezes conseguimos obter um resultado de melhora da dor por um tempo prolongado , eu mesmo já tive pacientes que ficaram 4 anos sem de dor após uma infiltração .

Após estas explicações iniciais , passemos para a parte prática do procedimento . Existem diversos medicamentos disponíveis no mercado, entre eles destacamos : Synvisc® , Euflexxa®, Synolis®, Osteonil®. Dependendo da apresentação e da experiência do médico , ele poderá completar o ‘ciclo’ em uma ou mais aplicações (neste último caso , as aplicações são feitas com um semana de intervalo). O procedimento é feito no consultório e é bem rápido . No vídeo abaixo , observamos como é uma infiltração no joelho .

Após a infiltração , o paciente pode caminhar . Recomendamos a aplicação de uma compressa gelada no dia e no dia seguinte , em aplicações de cerca de 15 minutos. Orientamos também um repouso para atividades mais intensas por 2 dias.